En train de mourir

Lembro de como te conheci, lembro da primeira vez que ouvi você dizendo ''eu te amo", do primeiro beijo, sorriso, abraço... da primeira vez que acreditei em amor. Acreditei na gente, eu e você, juntos, um do lado do outro para provar que existe sim pra sempre. Eu te amo, meu anjo.

"Ok, eu aceito sua amizade, desde que você não beije a boca de mais ninguém…"
Matheus, 3º dia sem ela.   (via inverbos)

(Source: lettres-a-paris, via inverbos)

— 2 weeks ago with 38729 notes
"Eram pra ser apenas dias comuns, mas ele sempre muda os fatos, bagunça minha rotina e me faz dele um pouco mais. Ele não se contenta em ter tudo o que já tem, ele quer mais e consegue. Meus sentimentos são dele, cada vez mais dele, e quando acho que já lhe dei tudo só percebo que estava redondamente enganada."
Anjo Frágil   (via rehashh)

(via rehashh)

— 4 weeks ago with 140 notes
"É como dizia minha avó:
Cada um no seu canto
Sofre o seu tanto."
Gabriele.     (via coliderar)

(Source: clamam, via coliderar)

— 4 weeks ago with 12451 notes
"Carrego o peso da lua,
Três paixões mal curadas,
Um saara de páginas,
Essa infinita madrugada."
Paulo Leminski.  (via coliderar)

(Source: s-i-m-p-l-i-f-i-c-a-r, via coliderar)

— 4 weeks ago with 6416 notes
"A raça humana possui grande habilidade para a traição."
Charles Bukowski.   (via promessasvazias)

(Source: vonese, via promessasvazias)

— 4 weeks ago with 10333 notes
"Se as nuvens estão bloqueando o sol, sempre tento ver aquela luz por trás delas, o lado bom das coisas, e me lembro de continuar tentando."
O Lado Bom da Vida.  (via coliderar)

(Source: sotu-a, via coliderar)

— 4 weeks ago with 851 notes
"Entenda que palavras fofas diante de atitudes tão contraditórias e estúpidas vão virando pó até se transformarem em nada."
Thaís Ziberman.   (via coliderar)

(Source: relevou, via coliderar)

— 4 weeks ago with 1596 notes
"Somos finos como papel. Existimos por acaso entre as percentagens, temporariamente. E esta é a melhor parte, o fator temporal. E não há nada que se possa fazer sobre isso. Você pode sentar no topo de uma montanha e meditar por décadas e nada vai mudar. Você pode mudar a si mesmo para ser aceitável, mas talvez isso também esteja errado. Talvez pensemos demais. Sinta mais, pense menos."
Charles Bukowski. (via acrescentada)

(Source: oxigenio-dapalavra, via acrescentada)

— 4 weeks ago with 17936 notes